Abril Mês da Saúde

O mês de abril é considerado o mês da saúde, e a Unipharma, conversou com a Dra. Ana Rachel Zoller, formada em cardiologia pela Unicamp e Sócia-Diretora da Clínica Benavitta.

Ela responde algumas perguntas e dá dicas de como prevenir doenças do coração.

1. Quais doenças mais matam no mundo?

Resp: As doenças cardiovasculares são as que mais matam no mundo, sendo 4 as mais letais, infarto agudo do miocárdio, doença vascular periférica, acidente vascular cerebral e morte súbita.

2. Quais são os principais fatores de risco?

Resp: Sedentarismo, alimentação inadequada, tabagismo e uso abusivo de álcool

3. Nos fatores de riscos primários o que pode acontecer?

Resp. O indivíduo pode adquirir doenças como hipertensão, diabetes, dislipidemia, sobrepeso e obesidade. Todas elevam o aumento do risco de desenvolvimento de alguma doença cardiovascular.

4. O que são fatores modificáveis?

Resp: Má alimentação, sedentarismo, tabagismo e o consumo excessivo de álcool, todos esses fatores podem ser modificados. Através da prática de atividades físicas regularmente, mudando seus hábitos alimentares para o consumo de alimentos saudáveis, parando de fumar e reduzindo o consumo de álcool.

Dicas Importantes

· Essas doenças são em sua maioria, silenciosas, portanto é importante passar por avaliações periódicas de prevenção com seu cardiologista ou clínico geral;

· Somente aferindo a pressão é que se obtém o diagnóstico de hipertensão arterial;

· Colhendo o colesterol no sangue é que se diagnostica dislipidemia;

· A hiperglicemia também não costuma dar sintomas;

· A evolução pode ser silenciosamente o que dificulta o diagnóstico;

Confira abaixo os sintomas que podem evoluir para doenças cardiovasculares

Fique atento aos sinais de alerta:

· Cansaço;

· Falta de ar;

· Dor no peito que pode ou não irradiar para pescoço, membro superior esquerdo;

· Perda de força muscular;

· Paralisia muscular;

· Dor de cabeça;

· Alterações visuais;

· Confusão mental;

· Dor nas pernas ao caminhar (Claudicação intermitente);

· Fisgadas panturrilha;

· Fadiga;

· Alteração de pelos, unhas e cor da pele das pernas.

Fonte: Dra. Ana Rachel Zollner CMR/SP 124.579 Cardiologista Formada pela FCM – Unicamp Sócia-diretora Clínica Benavitta

Related Posts

Deixe seu comentário